Ficando em forma para melhor sexo

Quando você está tentando agradar seu parceiro, um núcleo fraco pode levar à exaustão antes que um dos parceiros termine, enquanto a falta de saúde cardiovascular pode deixá-lo com falta de ar. Em qualquer caso, estar em boa forma tornará o sexo não só mais fácil, mas também mais agradável para ambas as partes. Tipos de estimulantes

Há evidências científicas de que o exercício regular pode melhorar a função sexual e que os homens que se exercitam com mais frequência são menos propensos a sofrer de disfunção sexual. Enquanto se exercitar regularmente é um bom lugar para começar, existem alguns exercícios que são melhores do que outros para a saúde e o desempenho sexual.

  1. Exercícios Cardiovasculares
    De acordo com a American Heart Association, a atividade regular de moderada a vigorosa ao longo de cada semana melhora a saúde cardiovascular geral. Isso combinado com uma dieta saudável pode ajudar você a controlar seu peso, e seu corpo vai agradecer por isso. Uma das maneiras de agradecer é melhorar sua capacidade e resistência ao realizar atividades físicas.

Uma meta-análise de cinco estudos envolvendo quase 400 homens indicou que o treinamento aeróbico em particular foi eficaz no tratamento da disfunção erétil.

Então, por onde você começa? A Mayo Clinic recomenda que você comece devagar, como em uma rotina regular de caminhada, trabalhando em ritmo acelerado ou em uma corrida. Mas você também pode usar um elíptico na academia ou fazer uma caminhada ou nadar. Qualquer coisa que obtenha e mantenha sua frequência cardíaca funcionando por um longo período de tempo funciona. Escolha uma atividade que você goste, então você vai ficar com ela regularmente.

  1. Treinamento Básico
    Quando falamos sobre o seu núcleo, estamos falando de todos os músculos do seu meio.

Treinar seus músculos do núcleo pode ser feito de várias maneiras, incluindo flexões abdominais, flexões e pranchas. Para garantir que você esteja atingindo todos os músculos do seu núcleo, inclua tábuas laterais, que tonificarão e fortalecerão os músculos ao longo de seus lados, facilitando a troca de posições e a manutenção do equilíbrio.

Faça uma prancha lateral deitando-se de lado e levantando-se sobre o cotovelo, mantendo o quadril fora do chão e das pernas, empilhados ou cambaleantes. Seu ombro deve estar posicionado diretamente acima do cotovelo e seu corpo deve estar em linha reta. Quando isso se tornar fácil, levante-se mais, saindo do cotovelo e entrando na sua mão. Respire e segure por alguns segundos antes de trocar de lado.

  1. Exercícios de equilíbrio
    Um núcleo forte ajudará você a manter o equilíbrio na cama (e em outros lugares, se você se tornar mais aventureiro). Mas existem outros exercícios com peso corporal que podem ajudar a garantir a estabilidade.

Os alpinistas ativam muitos dos grupos musculares que você usa durante o sexo, incluindo seu núcleo, ombros e braços, e exigem equilíbrio e coordenação também. Entre na posição de flexão e leve uma perna para a frente para que o joelho fique sob o peito. Mantenha as costas direitas o tempo todo e troque as pernas. Mova-se para frente e para trás entre as pernas como se estivesse correndo.

Lado lunges são outra boa maneira de melhorar o equilíbrio e coordenação. Lunge para a esquerda, mantendo o joelho esquerdo diretamente sobre o seu pé. Empurre e levante-se para ficar em pé, levantando a perna esquerda do chão e equilibrando-se na perna direita momentaneamente antes de voltar para uma posição de estocada. Certifique-se de fazer os dois lados.

  1. Exercícios do assoalho pélvico
    Exercícios de Kegel podem ajudar a fortalecer os músculos do assoalho pélvico em homens e mulheres. Além de seu efeito na função urinária e do cólon, os exercícios de Kegel também podem ter benefícios adicionais no domínio da atividade sexual e da função.

Identifique os músculos do assoalho pélvico, interrompendo o fluxo de urina no meio do caminho. Os músculos que impedem a passagem de gás também sustentam o assoalho pélvico. A Clínica Mayo sugere apertar esses músculos por 3 segundos antes de relaxá-los por 3 segundos e fazer pelo menos 3 séries de 10 repetições por dia. Além disso, não tenha o hábito de realizar exercícios de Kegel enquanto urina depois de identificar seus músculos do assoalho pélvico.